Translate

Planeta Sustentável

sábado, 11 de julho de 2009

ESCOLA DE QUALIDADE


Esta é uma experiência que viabiliza a contrução de uma escola de qualidade:

1- A ESCOLA ENSINA PELO EXEMPLO, NÃO PELO SERMÃO: é tornando a escola mais digna, mais íntegra que se obtem o ensino da dignidade e da ética;

2- VALORES SE ENSINAM EM CADA E EM TODAS AS DISCIPLINAS: é contando histórias, é vivendo situações concretas que se avança nesta direção;

3- APRENDE-SE PARTICIPANDO, SENDO ATOR MAIS DO QUE ESPECTADOR: a escola é um grande laboratório no processo de participar;

4- VISITAS E EXCURSÕES TRAZEM UMA PITADA DE MUNDO REAL: é apenas o estopim para criar um clima de discussão aberta em torno de temas;

5- CONFERÊNCIAS E NARRATIVAS SOBRE SITUAÇÕES INDIVIDUAIS VIVIDAS: a idéia de que sermão não ensina mas narrativa concreta pode ensinar;

6- TRABALHO CMUNITÁRIO: sua implemenação não é fácil, mas é uma idéia muito boa que ajuda a reforçar a educação para valores.


Escola séria é assunto de todos. Escola boa não se faz por decreto, mas pela vontade coletiva do povo.


Claudio de Moura Castro

quarta-feira, 8 de julho de 2009

UM AMOR INCOMPARÁVEL




O amor dos pais pelos filhos costuma causar admiração.
Nenhuma dedicação lhes parece excessiva, quando se trata de assegurar o bem-estar de seus rebentos.
As figuras doces das crianças são observadas com enternecimento pelos genitores.
Eles os percebem como pérolas de luz, como penhor de um futuro melhor.
São uma nova e promissora geração, em cujas mãos o mundo pode se tornar mais digno e justo.
Mas por um tempo são apenas aves frágeis.
Clamam por asilo no peito dos pais, que os acolhem carinhosamente.
Para garantir a sobrevivência dos pequeninos, seus genitores trabalham incansavelmente.
Quando a enfermidade aparece, atravessam noites de dolorosa vigília, sem esmorecer.
A fragilidade dos que iniciam a existência é marcante.
É preciso assegurar-lhes absolutamente tudo.
Alimento, agasalho, escola, educação...
Essa formidável responsabilidade gera incontáveis inquietações.
Entretanto, mais tarde, os pais não se lembram de cobrar impostos de reconhecimento.
Também não aguardam que os filhos se convertam em fantoches de seus caprichos.
Tudo o que almejam é que se tornem adultos honrados e felizes.
Contudo, algumas dessas crianças rosadas e risonhas mais tarde caem sob terríveis enganos.
Deixam-se seduzir pelas tentações do mundo e esquecem as lições que receberam no lar.
Para os outros, então, são apenas criminosos ou pervertidos.
Mas para os pais eles seguem como preciosos tesouros.
Os genitores sabem esquecer as rugas de dor que as quedas dos filhos lhes causam.
Desejam mais do que tudo que seus rebentos se reergam e reparem os estragos que causaram.
Que surjam novamente dignos perante o mundo e reconstruam sua felicidade em bases nobres.
Talvez alguns considerem demasiada tal dedicação.
Para esses, eles têm apenas uma resposta, mesclada de alegria e de pranto:
Ora, são os meus filhos!
O amor dos pais pelos filhos realmente costuma causar admiração.
Embora sejam criaturas imperfeitas, trabalham pelo bem dos filhos e jamais aceitam que permaneçam derrotados e sofredores.
Imagine-se, então, a grandiosidade do Amor Divino!
Deus não apenas gera corpos.
Ele cria os Espíritos e acompanha com ternura inimaginável a sua lenta e milenar evolução.
O Universo é o maravilhoso lar divino, onde os filhos do Autor da Criação têm as experiências de que necessitam.
Amparados, fortalecidos, corrigidos, sobretudo amados, seguem em direção ao seu destino de luz.
Nesse grandioso contexto, facilmente se percebe que as dificuldades são percalços momentâneos.
Afinal, foi por amor que Deus nos criou e é com amor que nos conduz à sabedoria e à paz!
Pensemos nisso.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. LXIII
do livro Justiça Divina, pelo Espírito Emmanuel,
psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. Feb.
Em 07.07.2009.

ALMAS PERFUMADAS


Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta, de sol quando acorda, de flor quando ri.
Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda.
Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça, lambuzando o queixo de sorvete, melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher. O tempo é outro. E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.
Tem gente que tem cheiro de colo de Deus, de banho de mar quando a água é quente e o céu é azul.
Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis.
Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo, sonhando a maior tolice do mundo com o gozo de quem não liga pra isso.
Ao lado delas, pode ser abril, mas parece manhã de Natal, do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel.
Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra.
Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza.
Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria, recebendo um buquê de carinhos, abraçando um filhote de urso panda, tocando com os olhos os olhos da paz.
Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave que sua presença sopra no nosso coração.
Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa, do brinquedo que a gente não largava, do acalanto que o silêncio canta, de passeio no jardim.
Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo. Corre em outras veias. Pulsa em outro lugar.
Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos Deus está conosco, juntinho, ao nosso lado. E a gente ri grande que nem menino arteiro.
Tem gente como você, que nem percebe como tem a alma perfumada e que esse perfume é dom de Deus.
Carlos Drummond de Andrade

O SABER E O SABOR

Loading...

Palestra: Mario Sergio Cortella

Loading...

O SEGREDO

Loading...

GONZAGUINHA

Loading...

IÇAMI TIBA

Loading...

quadro da educação

Loading...

sistema educacional - desabafo

Loading...

Crônica - Sinto vergonha de mim

Loading...

INCLUSÃO SOCIAL

Loading...

iclusão escolar

Loading...

filmes

  • A casa do lago
  • A filha do presidente
  • Amizade Colorida
  • Antes que termine o dia
  • Cavalo de Guerra
  • Conversando com Deus
  • Diamante de Sangue
  • Gladiador
  • Imagine eu e você
  • Meu nome é Radio
  • O diabo veste prada
  • O pacto
  • Titanic
  • Uma linda mulher
  • uma lição de amor